Coluna do Lennon - A crise de identidade do Botafogo


Por Lennon Bright


Não necessitar analisar muito para saber que o clube sofre de uma crise de identidade!

A bem da verdade, o Botafogo não é nem sombra do que um dia já foi! Um grande clube com um grande time portador de uma mentalidade grande, vencedora e receptora de títulos! Um time capaz de enervar os adversários, de fazê-lo temer e tremer quando somente a camisa alvinegra, o peso do manto nas cores preto e branco era capaz por si só de despertar nos adversários: medo, temor, receio e certa perplexidade!

Sabendo que o que entrava em campo não era um mero clube ou um mero time! Mas um manto sagrado, uma seleção repleta de glórias, que um dia foi o mais respeitado do mundo e que um dia teve um Manga, Nilton Santos, Didi, Garrincha, Quarentinha, Amarildo, Heleno de Freitas, Carvalho Leite, Gérson, Jairzinho, Rogério, Zequinha, Roberto Miranda, Paulo César, Carlos Roberto entre tantos outros vestindo o uniforme que se presume ser de um clube, quando na verdade, outrora, era a própria Seleção brasileira!

O Botafogo perdeu a sua referência identitária como clube! Houve uma fragmentação e uma ruptura muito grande com as glórias do passado. Isso se deve por erros infantis, amadores e de certa forma irreparáveis! Há um colapso identitário entre os próprios torcedores que no seio dos mesmos (não generalizo, alguns somente), o clube não é visto como “grande”. Não generalizando obviamente, mas muitos torcedores do clube desconhece a própria história gloriosa do Botafogo de Futebol e Regatas!

A mentalidade do clube reflete na torcida! Se o clube tem mentalidade pequena, assim o será também da torcida! Se tem mentalidade grande, assim o será também da torcida!

O clube se acostumou com a mentalidade medíocre de não ser o protagonista como outrora, mas de ser apenas e somente (permitam-me a redundância) um mero figurante!
Hoje, o clube parece, disse “parece”, estar aos poucos voltando às verdadeiras veredas de outrora. Veredas esta que é um processo paulatino e que poderá desencadear num futuro promissor, de triunfos e de glórias. Voltado a pensar grande, mas é um caminho demasiado árduo e pedregoso, pois não será fácil.

O Botafogo necessita retomar as suas referências identitárias de clube grande que é! Que não passa a ser mero figurante, mas o protagonista, o artista principal de outrora, quando era um time temido, invejado e mui respeitado!

Tal identidade à qual me refiro é um processo de reconstrução tomando por substrato precípuo o período mais aurático do clube o qual foi a década de 60.

Que a grandeza seja a sua referência! E quando se fale em Botafogo, que a sua própria identificação seja a de um clube grande, não como muitos torcedores do próprio clube faz: desrespeitar o clube e colocando o clube que é GRANDE, num patamar inferior e adjetivá-lo de pequeno!

Hoje, o Botafogo é desprezado, rejeitado, serve como motivo de escárnio, ele é escarnecido, vilipendiado. Jornalistas e mídia em geral tripudiam em cima das derrotas do clube!

O Botafogo tem que voltar às suas raízes, reconstruir a sua história e remontar às glórias do passado!
Desconstruir tudo que deu errado, negativo, mentalidade pequena e medíocre!

Mas uma coisa eles sabem: A HISTÓRIA É ETERNA! O BOTAFOGO FOI ELEITO COMO UM DOS 12 MAIORES CLUBES DE TODOS OS TEMPOS PELA PRÓPRIA FIFA! Além de ter o MAIOR NUMERO DE JOGADORES NA SELEÇÃO DA CONMEMBOL E DA PRÓPRIA FIFA!

Tamanha grandeza, prerrogativa e título honorífico que não se consegue do dia para noite, não se constrói da noite para o dia, tal título honorífico que está ausente nos clubes mais badalados da mídia como flamengo, São Paulo, Cruzeiro, etc.

Porém uma coisa é mais do que certa:


A HISTÓRIA É ETERNA! INSUPRIMÍVEL, INAPAGÁVEL, INDELETÁVEL! Se pode até omiti-la, mas jamais suprimi-la!

SALVE GRANDE BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS!

3 comentários:

nada contra voce lennon, é o primeiro texto q eu leio seu

e na questao tecnica, e claro na minha opiniao, voce se usa de palavras pouco corriqueiras com mt frequencia, e em muitas situaçoes sem uma real necessidade pra tal uso

seu texto fica um engodo do caralho. nao sei se é uma reafirmaçao da tua parte pra tentar parecer ser mais inteligente do q é. nada pessoal, mas tal recurso é pobre e infantil. pelo menos num texto q me paraece ter um objetivo jornalistico, esse estilo incomoda nao pelo fato de nao saber as palavras, mas soa como uma reafirmaçao do autor mesmo

e quanto ao conteudo, fecho com os amigos de cima. é evidente que mts torcedores nao sabem das glorias e mais glorias da historia do bota. isso nao é algo novo e nem vai acabar e tampouco voce quer obrigar a todos conhecerem. é impossivel e sem sentido, uma briga sem fim. seu texto é carregado de um lamento saudosista e que fica se vitimizando a todo instante. o time vive oq vive agora por diversos fatores, resta agora olhar pra frente e trocar o discurso do vitimizado. o time é grande e ponto final, olhe pra frente

e tenta da uma maneirada na pontuaçao de !

chato pa caralho

Belo texto.
Seria bom nossa diretoria ler isso. Quero meu Botafogo brigando por tudo, sem medo de entrar em campo. Quero ver o Engenhão, casa da torcida alvinegra, lotado.

Postar um comentário

Páginas